Cá estamos no segundo capítulo da nossa série Quadrinistas Negras. E se no primeiro post já rolou aquela pitadinha de inveja, preparem-se, pois hoje iremos falar da veterana Alitha Martinez.

Ao final da minha pesquisa cheguei à seguinte conclusão de que a quadrinista é como o pai do Chris: quando você menos imaginar, ela vai estar lá. Marvel? Ela vai estar lá. DC? Ela vai estar lá. Disse Image? Ela vai estar lá. WWE? Ela vai estar lá. Lion Forge? Ela também estar lá.

Brincadeiras a parte, Alitha E. Martinez é uma gigante do mercado e seu trabalho é mais extenso do que eu e você podemos imaginar e listá-lo aqui ultrapassa os limites desta postagem. Portanto, o que faremos hoje é pontuar aquilo que entendemos como os principais pontos de sua carreira.

Alitha Martinez – obras iniciais (1998 a 2007)

Alitha Martinez - De SegundaAtuando desde 1998, Alitha Martinez começou a sua carreira como assistente de arte do então editor-chefe da Marvel, Joe Quesada. Neste início, ela foi responsável pelas artes de fundo de várias séries da época, com destaque para sua participação em Battlebooks: Streets of fire. Posteriormente, assumiu o lápis em publicações como Homem de Ferro, X-men: Black Sun, Quarteto Fantástico e Pantera Negra.

Ainda no começo de carreira trabalhou para a editora independente Event Comics, desenhando a HQ Ash, assim como para as editoras Crusade Comics e Black Bull. Além disso, desenhou a série Voltron: Defender of the universe da Devil’s Due Publishing e teve uma pequena passagem na DC Comics desenhando Batgirl Secret Files and Origins.

Outro trabalho que quero destacar nesta primeira fase de seu trabalho, é a sua participação em diferentes graphic novels da série Heroes da NBC.

2010 a 2016 – Obras

Segundo o Comics.org, Alitha Martinez teve uma pausa em sua carreira, retomando as atividades no ano de 2010 na arco dos Vingadores/X-men: Segurança Máxima. Em 2011, desenhou a edição nº 3 de My Boyfriend is a monster da editora Graphic Universe.

2012. Junto a roteirista Gail Simone, Martinez trabalha numa daquelas que talvez seja uma das melhores HQs da fase dos Novos 52 da DC: Batgirl! Durante a sua fase na HQ, somos apresentados a uma nova vilã, criação sua e de Gail, chamada Knightfall. Também neste ano, ela também desenha a HQ New Crusaders da Archie Comics.

Uma curiosidade sobre seu trabalho para a DC Comics, contada por Regine L. Sawyer, é que Alitha Martinez já desenhou praticamente todos os personagens da companhia, com exceção da Mulher Maravilha e do Superman.

Archie Comics e Riverdale

Riverdale Alitha Martinez - De segunda
Capa de: Alitha Martinez

Sua parceria com a Archie Comics, se deu em dois momentos. Em 2013, ilustrou Betty and Veronica The Fox. JÁ em 2016, volta a Betty and Veronica e também passa a desenhar Josie and the Pussycast Archie.

Para quem não está ligando os nomes, estes personagens são os que deram origem a famosa série Riverdale da emissora The CW e que está sendo transmitida aqui no Brasil pela Netflix. Então, mais uma vez, quando você menos esperar a Alitha Martinez vai estar lá! Não que ela tenha participado da série, mas vocês entenderam.

Em 2014, trabalha junto a editora Super Genius Comics na série WWE Superstars ilustrando WWE Superstars: Haze of Glory! e WWE Superstars: Money In the Bank. E participa da antologia Vertigo Quarterly CMYK da Vertigo, selo adulto da DC Comics.

Também pela Vertigo, Martinez participa da coletânea Mad Max: Fury Road inspired Artists. Onde 65 talentos da nona arte foram escolhidos para reinterpretar a terra devastada criada pelo diretor George Miller.

Já em 2015, retorna a Marvel para trabalhar novamente com o Pantera Negra, com o roteirista Christopher Priest, e na inusitada Moon Girl and Devil Dinosaur, já na fase All-New, All-Diferent da editora.

2017 aos dias atuais

Black Panther: World of Wakanda - De Segunda
Capa de: Afua Richardson

Black Panther: World of Wakanda (ainda inédita no Brasil) veio para pôr a casa abaixo no ano de 2017. Com uma equipe formada exclusivamente por mulheres negra, e com o objetivo de expandir o universo criado pelo roteirista Ta-Nehisi Coates, a Marvel reuniu Roxane Gay e Yona Harvey nos roteiros e Afua Richardson e Alitha Martinez nas artes para contar as histórias de Wakanda.

No mesmo ano, passou a trabalhar nas séries Superb: Life After the Fallout e Superb: Generation Wars da editora Lion Forge. Além disso, a quadrinista continou a trabalhar, tanto nas mensais quanto em algumas edições especiais da Archie Comics.

Image Comics

Já em 2018, ela participa do spin-off Lazarus X+66 junto ao roteirista Greg Rucka. E para quem não conhece a série principal é publicada pela Image Comics e está saindo por aqui no Brasil pela editora Devir. A HQ se passa em um futuro distópico, onde grandes conglomerados empresariais passaram a dominar e dividir o mundo em reinos. Para protegê-las, cada uma destas família possui um protetor, um Lazarus. Uma ficção científica indicada ao Eisner de 2014 e que vai se tornar um seriado pela Amazon Prime.

Jook Joint - De Segunda
Arte de: Alitha Martinez

Pela Image Comics, ela ainda publica em 2018, junto com a roteirista Tee Franklin, a mini-série de terror Jook Joint. Ambientada em Nova Orleans na década de 50, acompanhamos o ponto mais quente do jazz – Jook Joint – e sua dona Mahalia e seu coven. Com a proposta de discutir abuso doméstico, racismo e desigualdade social é certamente algo para se manter no radar.

Nas celebrações do mês da consciência negra dos EUA de 2018, esteve presente no curta-metragem Groundbreakers: Heroes Behind The Mask. Dirigido por Andre Wilkins, o filme mostra uma série de entrevistas com artistas negros que trabalharam em diferentes segmentos da indústria dos quadrinhos.

Ariotstorm’s – Obras autorais

Yume and Ever- De Segunda
Arte de: Alitha Martinez

E como se não bastasse ter essa carreira incrível no mercado de quadrinhos, Alitha E. Martinez criou a sua própria editora – a Ariotstorm’s. Criada em 2007, a companhia é voltada para o trabalho autoral da quadrinista e já publicou Yume and Ever e Foreign.

Narrando uma história de super-heróis, Yume and Ever, atualmente possui 4 edições de 5. Segundo a autora, ela está em busca de meios para imprimir todos os 5 volumes da saga. Já Foreign, é uma space ópera, impressa pela própria Martinez em sua casa.

Para conhecer mais o seu trabalho autoral, você pode ir lá no Patreon ou no site da própria Ariotstorm’s.

No Brasil

Como veterana no mercado de quadrinhos, muito do seu trabalho já chegou ao Brasil. Principalmente nas páginas das mensais da Marvel e da DC Comics. Quanto aos seus trabalhos para a Image e para Archie Comics, ficamos no aguardo que não demorem a chegar.

E se sonhar nunca é demais, torço para que alguma editora nacional se atente ao seu trabalho autoral.

Compartilhe

Autor: Thiago de Oliveira

Há mais de duas décadas lendo e colecionando quadrinhos. Tem mais da metade do que gostaria e menos do dobro do que queria ter. Não dispensa um pão de queijo, um café e uma cerveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *