Ficha Técnica

Batman: O Último Cavaleiro da Terra #1 capa
Capa de: Greg Capullo e FCO Plascencia

Batman: O Último Cavaleiro da Terra 1
Autores: Scott Snyder (roteiro) e Greg Capullo (arte)
Preço:R$ 11,90
Editora: Panini / DC (Black Label)
Publicação: Março / 2020
Número de páginas: 56
Tradução: Érico Assis
Formato:  18,5 x 27,5 cm / Colorido / Lombada com grampos / Capa cartão
Gênero: Super-heróis

Sinopse: O Batman está diante do mais perigoso caso de sua carreira. Um mistério que desdobra sobre si e a resposta a pergunta “Quem quer matar o Cavaleiro das Trevas” se confunde com “Quem destruiu o mundo?”. E neste mundo devastado, um interno do Asilo Arkham desperta, mas ele está são e não é quem sempre pensou ser. 

***

Entrada

O Batman é para a DC, o que o Wolverine é para a Marvel: quanto mais melhor. Não à toa que o personagem e seu universo vem dominando as publicações do selo Black Label, com um total de quinze títulos. E hoje temos em mãos Batman: Último cavaleiro da terra 1.

O título é mais um trabalho da dupla dinâmica Scott Snyder (roteiro) e Greg Capullo (desenhos). Responsáveis pela reformulação do Cavaleiro das Trevas durante Os Novos 52 e pelos crossovers Noites de Trevas: Metal e Dark Nights: Death Metal (ainda inédita no Brasil), o duo já está acostumado a levar o  herói por veredas incomuns. E agora livres das amarras da continuidade, o roteirista e o desenhista nos entregam uma história na qual os vilões finalmente venceram, o Batman não é exatamente quem ele pensa que é e seu único companheiro é o Coringa, ou melhor, a sua cabeça em uma jarra de vidro.

No entanto, se o resumo acima colocou mais dúvidas quanto a trama, saiba que neste primeiro volume da minissérie respostas são escassas e o sentimento de estranheza perpassa toda a leitura.

Rápida, rasteira e misteriosa

Snyder divide a trama em quatro capítulos que servem tanto para apresentar este novo mundo ao leitor, quanto para empurrar as fronteiras do cruzado encapuzado. E o que começa com uma investigação envolvendo o beco do crime, se transforma em um thriller psicológico envolvendo o Asilo Arkham, em seguida passa para um road movie alá Mad Max e termina com uma busca pelo Superman e para se  entender como exatamente o mundo foi destruído. Aliás, todos estes eventos se passam uma HQ de 56 páginas. 

Batman: O Último Cavaleiro da Terra #1
Arte de: Greg Capullo

Por isso, talvez o maior problema de toda esta apresentação seja a rapidez com que todos estes eventos se desenrolam, não dando tempo ao leitor de fazer a transição entre estes três momentos da HQ. Só para ilustrar, a transição entre o clima detetivesco para o de terror e suspense no sanatório se dá em 6 páginas. E quando você começa a se assentar dentro das paredes do Arkham, é aí que a verdadeira trama se apresenta.

Além da rapidez dos eventos, outro fator que contribui para a estranheza com o roteiro é que em cada uma dessas camadas narrativas somos expostos a elementos distintos que dariam por si só histórias independentes. Entretanto há um elemento que perpassa todas elas e que também age como um incentivador à leitura: o mistério.

Batman: O Último Cavaleiro da Terra #1 | Mulher-Maravilha
Arte de: Greg Capullo

A todo momento de Batman: Último Cavaleiro da Terra 1 ficamos instigados a descobrir quem é o garoto encontrado no beco do crime; por que Bruce está trancafiado no Asilo Arkham; o que aconteceu com o mundo; onde estão os heróis e assim por diante. Contudo não somos os únicos que estão tentando preencher todas estas lacunas, e este jovem Batman terá como guias o Coringa e a líder dos sobreviventes e das novas amazonas, Diana, a antiga Mulher-Maravilha.

Digo antiga Mulher-Maravilha, pois neste novo mundo não há mais espaço para heróis, como a própria Diana deixa bem claro ao narrar os eventos causadores de toda esta hecatombe. E é dentro deste terreno hostil que o imberbe detetive das sombras deverá se movimentar a fim de encontrar as respostas que procura e combater um mal oriundo das cinzas da batalha final: Ômega.

Conclusão

Plantando dúvidas e ganchos a cada página, este primeiro volume de Batman: Último Cavaleiro da Terra 1 funciona como um estranho preâmbulo para este novo capítulo da dobradinha Snyder-Capullo com o Morcegão. 

Contudo, para aqueles que já acompanham a dupla a mais tempo há reminiscências e ecos de passagens anteriores, como a sequência com a mosca que emula outra encontrada em o Fim de Jogo e a máquina criada por Bruce Wayne para que sempre haja um Batman em Gotham City.

Arte de: Greg Capullo

Além disso, Capullo continuar a nos entregar designs incríveis e a sua Mulher-Maravilha está arrebatadora. Assim como as novas Amazonas: Supergirl, Vixen, Hera-Venenosa e uma nada ortodoxa Donna Troy, a Moça-Maravilha.

Então nos resta esperar pelo próximo volume a fim de encontrarmos as respostas aos inúmeros questionamentos desta nada convencional história do Cavaleiro das Trevas. 

Nota: 3 de 5

Compartilhe

Autor: Thiago de Oliveira

Há mais de duas décadas lendo e colecionando quadrinhos. Tem mais da metade do que gostaria e menos do dobro do que queria ter. Não dispensa um pão de queijo, um café e uma cerveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *