Ficha Técnica

Batman: A Maldição do Cavaleiro Branco 5 capa
Capa de: Sean Murphy

Batman: A Maldição do Cavaleiro Branco 5
Autores: Sean Murphy (roteiro), Klaus Janson (arte), Matt Hollingsworth (cores)
Preço:R$ 10,90
Editora: Panini / DC (Black Label)
Publicação: Junho / 2020
Número de páginas: 56
Tradução: Mateus Ornellas
Formato: Americano (17 cm. x 26 cm.) Colorido / Lombada com grampos Quadrada / Capa cartão
Gênero: Super-heróis
Sinopse: Na noite de nascimento de seu filho, um evento traumático faz com que Thomas Wayne recorra a um homem para salvar Martha e seu filho: Victor Fries, o futuro Senhor Frio! Conheça a história de Fries, a relação com seu pai e uma promessa que durará gerações e que chegará a Gotham City. 

***

Entrada

Se você não leu a sinopse no site da Panini antes de comprar Batman: A Maldição do Cavaleiro Branco 5 certamente levará um choque ao começar a ler a HQ. Pois, ao invés de termos a continuação do volume quatro o que temos é o primeiro spin-off da Murphyverse: Batman: White Knight Presents: Von Freeze 1

Escrita por Murphy e com desenhos da lenda dos quadrinhos Klaus Janson (Demolidor, Cavaleiro das Trevas), Batman: A Maldição do Cavaleiro Branco 5, ou melhor, Von Freeze é muito mais um acréscimo ao passado do personagem do que necessariamente uma origem do vilão. E que pode ser lido de forma independente da minissérie atual, o que só aumenta a confusão desta escolha editorial da Panini.

Arte de: Klaus Janson

Mesmo que utilizando a capa da edição norte-americana, o uso do título da minissérie e não do spin-off torna esta quinta edição, num primeiro momento, um banho de água fria. Um corte que nos impede de saber o que houve com a Batgirl e que também nos deixa com uma pulga atrás da orelha. Pois, após a leitura do posfácio, ficamos sabendo que o one-shot era, segundo o próprio roteirista, para ser publicado entre a sexta e a sétima edição da minissérie. Seria então a HQ então um tapa buraco nas publicações por aqui? 

Dúvidas a parte, Von Freeze é uma história sobre paternidade e a dificuldade em se seguir em frente. Um enredo forte que revisita o passado de Freeze de forma tocante e que acrescenta mais algumas camadas a este personagem tão dramático. 

Von Freeze

Em Batman – Cavaleiro Branco ficamos sabendo da ligação entre as famílias Wayne e Fries. Thomas Wayne ajudou o Barão e seu filho na vinda aos Estados Unidos e juntos trabalharam na criação de um laboratório para o desenvolvimento da tecnologia de criogenia. Todo este trabalho acabou aproximando Thomas e Victor que terminaram como amigos, amigos tão íntimos que o primeiro confiará a vida de sua esposa e seu filho ao médico e pesquisador alemão. E por sua vez, o futuro Senhor Frio, contará as agruras da relação com o seu pai na Alemanha Nazista.

Filho de um pai obcecado, taciturno e distante, é na figura de Jacob Smithstein, médico judeu, amigo e sócio do Barão, que Fries encontrará carinho e amor. E é nesta dualidade das figuras paternas de Fries que a HQ irá se pautar e que irá reverberar de diferentes modos neste spin-off. Mas é principalmente nas cores de Matt Hollingsworth que iremos notar com maior intensidade o dualismo existente entre essas duas figuras paternais. 

Arte de: Klaus Janson

Um ponto interessante é a forma como Murphy mescla a história de Fries e seu pai a eventos e personagens do mundo real. Em Batman – Cavaleiro Branco, temos a Operação Paperclip do governo dos EUA após a segunda guerra mundial, e em Batman: A Maldição do Cavaleiro Branco 5 temos a figura de Heinrich Himmler, um dos principais líderes do partido nazista, em um encontro para recrutar o Barão e sua tecnologia num esforço de guerra.

Senhor Frio – um novo background

Entretanto, o ponto alto da HQ é a forma como ela constrói, mesmo que de forma rápida, toda a tensão entre os dois. E posteriormente, como que os pecados do pai irão refletir na vida do filho. O que será determinante não só para o seu caráter, mas também para uma das características centrais do Senhor Frio. E digo isto, pois:

  • Ao final da leitura, você terá novos motivos do que porque o personagem ter uma personalidade tão fria e problemática;
  • Murphy cria um pequeno Romeu e Julieta em seu enredo que aproxima ainda mais Nora e o Senhor Frio.
Arte de: Klaus Janson

Por fim, e apesar de toda a confusão editorial, este quinto volume traz uma história importante ao quadrinista norte-americano que entrega uma boa trama sobre aquele que talvez seja um dos vilões mais trágicos do Cavaleiro das Trevas. E de quebra ainda consegue incluir um novo mistério para ser resolvido nos próximos volumes.

Nota: 3 de 5.

Compartilhe

Autor: Thiago de Oliveira

Há mais de duas décadas lendo e colecionando quadrinhos. Tem mais da metade do que gostaria e menos do dobro do que queria ter. Não dispensa um pão de queijo, um café e uma cerveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *