Nos últimos tempos, tenho descoberto vários quadrinistas e séries brasileiras através do Twitter. Foi assim com o Rei de Lata, com o trabalho do Pablito Aguiar e foi por lá que eu me deparei pela primeira vez com a série de tirinhas Os Santos – uma tira de humor ódio da escritora Triscila Oliveira e do ilustrador e quadrinista Leandro Assis. E foi um nocaute a primeira vista, já que em tempos sombrios como esses em que vivemos, a crueza do texto, aliada a cores chapadas e um traço alá Robert Crumb, expõem uma faceta que muitos de nós brasileiros teimamos em não ver.

Arte de: Leandro Assis

Os santos – O Brasil em nove quadros

Inicialmente publicada como Os Bolsominions, as tiras tem como foco a falta de empatia, o racismo, a estupidez e todos os demais preconceitos existentes na nossa elite brasileira. Um grupo tacanho, que nunca se livrou do pensamento escravocrata, classicista e que encontrou na figura do atual presidente a representação de todos os seus anseios. Mas também há espaço para a denúncia da homofobia e do machismo que impregnam toda a nossa sociedade.

A história tem como ponto de partida a figura de Edilsa, uma jovem mulher negra, que trabalha como empregada na casa de um casal de idosos brancos pertencentes a classe média alta brasileira. Posteriormente somos apresentados a dois universos diferentes: a família de Edilsa, seus dramas e suas histórias e o núcleo familiar do casal de idosos – que até a tira de nº 16 permanecem sem terem seus nomes revelados.

Os Santos uma tirinha de ódio | De Segunda blog
Arte de: Leandro Assis

É através desta dicotomia que a dupla de autores perpassam uma série de violentos lugares-comuns em nossa sociedade brasileira, tais como a estagnação social vivida pelas populações mais pobres e principalmente pelas mulheres negras brasileiras de baixa renda. Fato que é genialmente demonstrado na tirinha nº 2, na qual somos apresentados ao restante da família de Edilsa.

Assim como no caso do poster do ilustrador Cristiano Suarez para a turnê do Dead Kennedys, a força avassaladora da série vem deste escancarar deste lado vil da sociedade brasileira, que sempre existiu apesar de todos os esforços para negá-lo em prol de uma certa democracia racial e cordialidade do povo brasileiro. Pois, como disse Os Santos – uma tira de humor ódio bebe diretamente do nosso cotidiano e que por isso desce como um coice de mula. Um amargo rabo de galo que Leandro Assis e Triscila Oliveira nos servem a cada número publicado.

E de tão amargo que são já foram alvos de ataques a conta do ilustrador no Instagram foi de setores que não gostaram muito de se verem em quadrinhos. Sabe como é, a carapuça serviu e agora de tão apertada já não sai mais.

Mas bem, chega de falatório e vão lá conferir Os Santos – uma tira de humor ódio no Instagram ou no Twitter e depois voltem aqui me contem dá pedrada que foi.

Os santos | De Segunda
Arte de: Leandro Assis
Compartilhe

Autor: Thiago de Oliveira

Há mais de duas décadas lendo e colecionando quadrinhos. Tem mais da metade do que gostaria e menos do dobro do que queria ter. Não dispensa um pão de queijo, um café e uma cerveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *